Navigation

Explosão em bordel na Nigéria mata 11, diz polícia

Este conteúdo foi publicado em 28. junho 2014 - 15:26

Por Issac Abrak

KADUNA Nigéria (Reuters) - Uma explosão durante a noite em um bordel na cidade de Bauchi, no nordeste da Nigéria, matou 11 pessoas, informou a polícia neste sábado, com suspeita propensa a cair no grupo militante islâmico Boko Haram.

O comunicado enviado por mensagem de texto disse que a causa da explosão era desconhecida. O Boko Haram tem como alvo várias cidades de todo o norte e centro da Nigéria, em uma campanha de bombardeios nos últimos meses, matando centenas de pessoas.

Uma operação militar no nordeste, até agora, não conseguiu acabar com os rebeldes e desencadeou uma série de ataques de represália aos funcionários e civis. As metas do Boko Haram, muitas vezes incluem lugares que considera pecado de acordo com a sua marca austera de Islã sunita, como bares ou igrejas.    

O porta-voz da polícia do estado de Bauchi, Haruna Mohammed, disse que 14 pessoas foram levadas às pressas para o hospital após a explosão no bordel.

"Todo o edifício foi isolado e a cena garantida. Nenhuma prisão foi feita, mas uma investigação foi iniciada para determinar a causa", disse ele.   

(Por Isaac Abrak and Buhari Bello, reportagem adicional de Robert Nneluke)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.