Reuters internacional

LISBOA (Reuters) - Seis pessoas morreram e outras duas estão desaparecidas após uma série de explosões em uma fábrica de fogos de artifício no norte de Portugal, disseram equipes de resgate.

As explosões aconteceram na noite de terça-feira e as equipes de resgate estavam procurando por mais vítimas.

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, viajou nesta quarta-feira para a cidade de Avoes, a aproximadamente 350 quilômetros ao norte de Lisboa.

"Em nome do governo, eu envio minhas condolências e palavras de consolo para as famílias das vítimas", disse o primeiro-ministro, Antonio Costa, em um tuíte.

Imagens de televisão mostraram fumaça e destroços da fábrica em chamas, e a cidade declarou três dias de luto pelas vítimas.

A polícia começou a investigar a explosão na fábrica, que é um negócio de família.

(Reportagem de Axel Bugge)

Reuters

 Reuters internacional