Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BEIRUTE/DAMASCO (Reuters) - Três carros-bomba explodiram em Damasco neste domingo matando pelo menos sete pessoas, nos primeiros ataques suicidas na capital da Síria desde ações de jihadistas em março, afirmou a mídia estatal neste domingo.

Um policial presente no local de uma das explosões informou que o total de mortos é de pelo menos sete pessoas, com 13 feridos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, uma organização sediada no Reino Unido, afirmou que 21 pessoas foram mortas nos ataques.

Forças de segurança impediram que os militantes atingissem seus alvos o que poderia ter levado a mais mortes, disseram autoridades na TV estatal. As autoridades afirmaram que os suicidas pretendiam atingir áreas movimentadas no primeiro dia de trabalho após o feriado do Eid al-Fitr.

Nenhum grupo reivindicou de imediato responsabilidade pelas detonações. Damasco foi atingida por dois ataques suicidas com bombas em março, sendo que um deles foi reclamado pelo Estado Islâmico e o outro foi reivindicado pela aliança insurgente Tahrir al-Sham.

(Por Tom Perry em Beirute e Firas Makdesi e Kinda Makieh em Damasco)

Reuters