Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Nave de carga Dragon, da SpaceX, se aproxima da Estação Espacial Internacional . Photo d'archives/REUTERS

(reuters_tickers)

Por Irene Klotz

CABO CANAVERAL, EUA (Reuters) - A SpaceX cancelou a ancoragem da nave de carga Dragon na Estação Espacial Internacional nesta quarta-feira por conta de um problema no sistema de navegação GPS da cápsula, informou a Nasa.

A nave, que decolou no domingo de uma plataforma histórica no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, realizará na quinta-feira uma segunda tentativa de chegar à estação.

A cápsula leva mais de 2.500 quilos de suprimentos e experimentos científicos para a estação.

"A espaçonave está em excelente estado, sem problemas, e a tripulação a bordo da estação espacial está bem", escreveu a Nasa em relatório.

O encontro desta quarta-feira com a estação, um laboratório de pesquisas de 100 bilhões de dólares que fica a 400 quilômetros da Terra, foi abortada por volta das 5h25 (horário de Brasília), quando computadores dentro da nave detectaram um erro no sistema de navegação GPS, disse o comentarista da missão da Nasa Rob Navias.

"Em nenhum momento a estação ou a tripulação estiveram em perigo", disse Navias durante cobertura da Nasa TV da ancoragem planejada.

Naves de carga SpaceX Dragon alcançaram com sucesso a estação 10 vezes. A companhia, de propriedade e operada pelo empreendedor da tecnologia Elon Musk, é uma das duas contratadas pela Nasa para levar carga à estação, após os ônibus espaciais terem sido aposentados em 2011. A Rússia e Japão também enviam naves de carga à estação.

(Reportagem de Irene Klotz)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters