Por Alistair Smout e Peter Nicholls

LONDRES (Reuters) - Ativistas contra a mudança climática que esperavam interromper nesta sexta-feira as operações do aeroporto londrino Heathrow, o mais movimentado da Europa, não conseguiram levar o plano adiante devido a uma falha técnica que impediu seus drones de decolar.

Em dezembro, drones avistados perto do aeroporto de Gatwick, também em Londres, impediram a decolagem de centenas de aviões, e o grupo Heathrow Pause pretendia provocar um caos semelhante nesta sexta-feira para pressionar o governo a adotar medidas mais duras para reduzir as emissões de carbono.

Mas os operadores de Heathrow informaram que o aeroporto continuava "aberto e em pleno funcionamento, apesar das tentativas de transtornar o aeroporto com o uso ilegal de drones em um protesto nas proximidades".

"Concordamos com a necessidade de ação contra a mudança climática, mas uma atividade de protesto ilegal concebida com a intenção de atrapalhar milhares de pessoas não é a resposta", disse uma porta-voz.

Um fotógrafo da Reuters viu o ativista irlandês James Brown, ex-atleta paralímpico cego, ser preso. Ele ergueu o drone, ao invés de tentar fazê-lo voar, e se entregou à polícia no Terminal 2.

O Heathrow Pause disse que realizou um voo com um drone de brinquedo, mas que outras tentativas foram menos bem-sucedidas. O grupo transmitiu ao vivo pela internet suas atividades do início da manhã perto do aeroporto e disse que seus drones foram prejudicados pela sobrecarga de sinais.

"Temos um probleminha técnico. O drone não está voando", disse um ativista não identificado no vídeo enquanto outro segurava a aeronave no ar.

Determinada a impedir transtornos, a polícia invocou poderes especiais para afastar pessoas da área ao redor do aeroporto até a manhã de domingo.

"Foi implantada a ordem de evitar atividades criminosas que representem um risco significativo à segurança e à proteção do aeroporto", disse a corporação em um comunicado.

Nesta sexta-feira, a polícia prendeu dois homens no aeroporto devido à suspeita de conspiração para causar transtorno público, e disse que sete outras foram presas desde quinta-feira.

O Heathrow Pause é um grupo dissidente do Extinction Rebellion, que interditou ruas do centro de Londres neste ano, e havia dito que os drones não voariam acima da altura de uma cabeça e que não pretendiam ameaçar vidas.

As viagens aéreas só representam 2,5% das emissões globais de carbono, mas a indústria está tentando conciliar os planos de crescimento das linhas aéreas com uma promessa de reduzir tais emissões.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.