Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - O FBI está investigando 300 pessoas que foram admitidas nos Estados Unidos como refugiadas, como parte de 1.000 investigações de contraterrorismo envolvendo o Estado islâmico ou indivíduos inspirados pelo grupo militante, disseram fontes do Congresso à Reuters nesta segunda-feira, citando altos funcionários do governo.

O Departamentos de Segurança Interna não forneceu detalhes sobre as investigações ou sobre o status migratório atual desses 300 indivíduos durante uma reunião com funcionários do Congresso, segundo fontes que pediram anonimato.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters