Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

HELSINQUE (Reuters) - A Finlândia está planejando exercícios militares de larga escala com os Estados Unidos e outros aliados, disse seu ministro da Defesa nesta sexta-feira, em uma região preocupada com as atividades militares crescentes da Rússia.

Jussi Niinisto disse que as manobras ajudarão as tropas a se prepararem para uma crise, sem mencionar uma ameaça específica.

Os jogos de guerra não acontecerão antes de 2020, e serão semelhantes ao exercício "Aurora" realizado pela vizinha Suécia com o envolvimento de 19 mil soldados, acrescentou.

    "O exercício está planejado para reunir alistados, reservistas e soldados para praticarem... juntamente com nossos principais parceiros, como Suécia, Estados Unidos e outros países", disse Niinisto à emissora MTV.

"Se houver uma crise, será bom para nós praticarmos recebendo ajuda".

As tensões vêm crescendo na região desde que Moscou anexou a península ucraniana da Crimeia. A Finlândia, que faz fronteira com a Rússia, estreitou os laços com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) nos últimos anos, embora a maioria dos finlandeses não queira que seu país se una à entidade.

    Em setembro a Rússia realizou seus próprios jogos de guerra "Zapad" em Belarus, no Mar Báltico, no oeste russo e em seu posto avançado de Kaliningrado.

(Por Jussi Rosendah)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters