Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MOSUL (Reuters) - Forças especiais iraquianas entraram em confronto neste sábado com militantes do Estado Islâmico dentro do campus da Universidade de Mosul, no segundo dia de violentas batalhas no complexo, e encontraram químicos usados para a fabricação de armas, disseram autoridades.

    As forças iraquianas encontraram substâncias químicas que o Estado Islâmico usou para fabricar armas, disse o comandante do CTS, Sami al-Aridhi.

    A ONU (Organização das Nações Unidas) disse que os militantes tomaram materiais nucleares usados para pesquisa científica da universidade quando invadiram Mosul e grandes regiões do norte do Iraque e do Leste da Síria, em 2014.

    O Estado Islâmico usou agentes químicos, incluindo gás mostarda, em vários ataques no Iraque e na Síria, disseram autoridades norte-americanas, grupos de defesa dos direitos humanos e moradores.    (Reportagem de Isabel Coles)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters