Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Stephen Kalin

MOSSUL, Iraque (Reuters) - Forças iraquianas apoiadas pelos Estados Unidos obtiveram neste domingo mais avanços no oeste de Mossul, para tentar tomar o controle de uma ponte que passa sobre o Rio Tigre e que liga a região controlada pelo governo, no leste da cidade, com o centro da ofensiva contra os militantes restantes no outro flanco.

    A ponte é a que fica mais ao sul das cinco que cortam o Rio Tigre na cidade. Todas foram danificadas por ataques aéreos da coalizão liderada pelos EUA, e depois por combatentes do Estado Islâmico que tentam proteger o lado da cidade que controlam.

    "A ponte é muito importante", disse o coronel Falah al-Wabdan, da unidade de Pronta Resposta do Ministério do Interior. O batalhão é uma das duas forças que lideram a campanha no oeste de Mossul. "A ponte está a cerca de 400 metros. Até o fim do dia você ouvirá que nossas forças chegaram lá."

    Engenheiros do Exército planejam reconstruir a ponte para permitir que as tropas tragam reforços e mantimentos presentes no lado leste da cidade.

    Forças iraquianas capturaram o leste de Mossul em janeiro, após 100 dias de combates. Há uma semana, lançaram ofensiva contra os bairros localizados no outro lado do rio.

    Se derrotar o Estado Islâmico em Mossul, as forças do governo terão vencido o braço iraquiano do califado, declarado em 2014 pelo líder Abu Bakr al-Baghdadi em solo iraquiano e na Síria. O comandante dos EUA no Iraque afirmou crer que as forças vão recapiturar Mossul e Raqqa, reduto do EI na Síria, em seis meses.

    O Exército, a polícia e as unidades do serviço de contraterrorismo e de Pronta Resposta estão atacando o EI em Mossul, com apoio em ar e terra da coalizão liderada pelos EUA.     Centenas de pessoas fugiram em direção às forças do governo desde a quinta-feira, e pelo menos 1.200 na manhã deste domingo, de acordo com uma autoridade da unidade de Pronta Resposta.

    (Reportagem adicional de Isabel Coles)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters