Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

DAMASCO (Reuters) - Forças do governo sírio retomaram o controle de uma área perto de Damasco que fornece a maior parte da água usada na capital, depois de alcançar um acordo para que combatentes rebeldes se retirassem, disseram a imprensa pró-governo e um grupo de monitoramento.

O Exército sírio e seus aliados lançaram uma ofensiva no mês passado para expulsar insurgentes do vale de Wadi Barada, que eles controlavam desde 2012, e para recapturar uma importante fonte de água e estação de bombeamento.

Os principais grupos rebeldes sírios estão sob intensa pressão, depois de perderem áreas que mantinham no norte da cidade de Aleppo para forças do governo no fim do ano passado, e agora enfrentam também ataques de militantes islâmicos em outras regiões.

Wadi Barada, a noroeste de Damasco, tornou-se um dos campos de batalha mais sangrentos da guerra civil da Síria. A interrupção do fornecimento de água, incluindo danos às estruturas, vinha causando severo racionamento na capital ao longo deste mês.

"O Exército sírio entrou... e hasteou a bandeira síria sobre a instalação da fonte de água", disse a unidade em comunicado, acrescentando que o avanço ocorreu após um acordo de retirada dos rebeldes da área.

(Por John Davison e Kinda Makieh, em Damasco)

Reuters