Navigation

Fortes confrontos no aeroporto de Trípoli deixam ao menos 4 mortos

Este conteúdo foi publicado em 20. julho 2014 - 14:57

TRÍPOLI (Reuters) - Fortes confrontos irromperam neste domingo perto do Aeroporto Internacional de Trípoli, onde milícias rivais têm lutado por controle, matando pelo menos quatro pessoas e forçando milhares a deixarem suas casas, disseram residentes locais e testemunhas.

O incidente no aeroporto é o mais sério em Trípoli desde a queda de Muammar Gaddafi em 2011, com o frágil governo da Líbia incapaz de assegurar sua autoridade sobre brigadas rivais de ex-rebeldes que lutam pelo poder econômico e político.

As milícias usaram pesados canhões anti-aéreos, mísseis Grad e foguetes nos arredores do bairro Qasr Ben Ghashir, prendendo algumas famílias enquanto milhares de outras fugiram dos combates em torno de suas casas, disseram os líderes da comunidade.

Uma testemunha da Reuters disse que os atiradores estavam nos telhados das casas de frente uns para os outros, com os residentes no meio.

"As balas estão caindo em nós", disse Mohammed Abdulrahman, porta-voz da comunidade. "Não conseguimos localizar algumas famílias até agora."

Um médico de um hospital local disse que recebeu nove feridos.

(Reportagem por Firas Bosalum)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.