Navigation

França cria selo para preservar comida caseira

Torre Eiffel iluminada. 14/07/2014 REUTERS/Benoit Tessier reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 15. julho 2014 - 18:57

PARIS (Reuters) - Restaurantes franceses que esquentam no microondas pratos pré-preparados, como bife bourguignon e blanquette de vitela, vão ficar expostos devido a uma nova determinação do governo que tem como objetivo preservar a reputação da "cuisine" do país.

Um decreto governamental emitido nesta terça-feira determina que os restaurantes identifiquem os pratos preparados como "caseiros" para deixar claro que não foi apenas aquecido, mas sim preparado no local.

Quem desrespeitar a regra ao usar incorretamente o selo, cujo logo é uma panela com a tampa em formato de telhado, será multado a partir do próximo ano.

O governo espera que a medida, a primeira desse tipo na Europa, incentive os restaurantes a preparar seus pratos e manter o padrão da gastronomia francesa.

Alguns críticos alegam, no entanto, que as novas regras são tão confusas que não vão alcançar seu objetivo, que é dar aos consumidores informação clara sobre o prato que estão comendo e como foi preparado.

(Reportagem de Natalie Huet e Chine Labbe)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.