Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

PARIS (Reuters) - A França determinou nesta quarta-feira um abate massivo de patos em três regiões mais afetadas por um grave episódio de gripe aviária, à medida que tenta conter o vírus que tem se propagado rapidamente ao longo do último mês, informou o Ministério da Agricultura.

Todos patos criados à solta, bem como gansos, serão abatidos entre 5 e 20 de janeiro em uma área no sudoeste da França, incluindo partes dos departamentos administrativos de Gers, Landes e Hautes-Pyrenees, disse o ministério em nota.

"O princípio é de matar rapidamente as espécies mais afetadas até agora pelo vírus", disse o ministério.

Cerca de 800 mil aves, principalmente patos, de uma população total de cerca de 18 milhões no sudoeste, serão abatidos na próxima semana, disse Marie-Pierre Pe, do grupo fabricante de foie gras Cifog à Reuters.

O número pode subir ainda mais se o vírus não for contido, disse ela, ressaltando que há 1,3 milhões de aves na área.

No entanto, algumas granjas serão excluídas das medidas, incluindo aquelas que confinam aves e aquelas que realizam ciclos inteiros de produção, desde patinhos até a transformação em produtos finais, disse o ministério.

(Por Sybille de La Hamaide)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters