Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ministro de Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, durante coletiva de imprensa, em Moscou 20/06/2017 REUTERS/Sergei Karpukhin

(reuters_tickers)

PARIS (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores da França disse nesta quarta-feira que o duelo verbal do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com a Coreia do Norte talvez não seja o melhor método para se lidar com a crise nuclear e pediu a ele para concentrar sua atenção no aumento da pressão diplomática sobre Pyongyang.

Declarações beligerantes de Trump e do líder norte-coreano, Kim Jong Un, nas últimas semanas despertaram temores de que um erro de cálculo provoque ações com repercussões inimagináveis, especialmente depois que o regime realizou seu sexto e maior teste nuclear no dia 3 de setembro.

"O método de Trump talvez não seja o melhor, mas ao mesmo tempo não deveríamos confundir as responsabilidades", disse Jean-Yves Le Drian à BFM TV. "O país que está rompendo os acordos nucleares internacionais é a Coreia do Norte. O presidente Trump está reagindo a isso vigorosamente, mas sem dúvida existe uma maneira de agir de maneira diferente usando pressão e sanções."

Na segunda-feira o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, acusou Trump de declarar guerra a seu país e alertou que Pyongyang abaterá aviões de guerra dos EUA próximos da Península Coreana depois que bombardeiros norte-americanos voaram perto da região no final de semana.

O chanceler norte-coreano reagiu a tuítes nos quais Trump disse que Kim e Ri "não estarão por perto muito mais tempo" se cumprirem suas ameaças contra os EUA.

Le Drian repetiu que é preciso fazer o máximo de pressão para Pyongyang voltar à mesa de negociação, mas alertou que existe o risco de uma escalada militar acidental.

"O mundo está vivendo um período perigoso", disse. "No momento estamos em um choque verbal, mas pode acontecer um incidente. Precisamos evitar incidentes."

(Por John Irish)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters