Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CAIRO (Reuters) - A França pediu ao Catar, que possui estreitas ligações com o Hamas, que use sua influência sobre o movimento islamista palestino para que um acordo de cessar-fogo possa ser alcançado na Faixa de Gaza, disse uma fonte da diplomacia francesa nesta sexta-feira.

Israel intensificou sua ofensiva por terra em Gaza com o uso de artilharia, tanques e embarcações de guerra nesta sexta-feira, e avisou que poderia "ampliar significativamente" a operação, que as autoridades palestinas acusam de provocar um aumento no número de mortos civis.

Israel manteve uma breve trégua na quinta-feira após o Egito, que também faz fronteira com Gaza, anunciar um plano de cessar-fogo, mas o Hamas e outros grupos militantes se negaram a aceitar o acordo, alegando que suas condições não haviam sido atendidas.

A agência de notícias estatal do Catar disse que o chanceler Khaled al-Attiyah recebeu uma ligação do chanceler francês, Laurent Fabius, nesta sexta-feira, na qual eles "buscaram maneiras de alcançar um acordo para um cessar-fogo".

Uma fonte da diplomacia francesa disse à Reuters:

"O ministro falou com ele (al-Attiyah) há somente alguns minutos e pediu que usasse sua influência sobre o Hamas para alcançar um cessar-fogo."

O Catar abriga um grande número de islamitas provenientes de todo o Oriente Médio, incluindo o líder do Hamas, Khaled Meshaal.

(Reportagem de John Irish no Cairo)

Reuters