Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

François Fillon e sua esposa Pénélope durante evento em Paris. 29/1/2017. REUTERS/Pascal Rossignol

(reuters_tickers)

PARIS (Reuters) - A grande maioria dos eleitores franceses não está convencida pela defesa do presidenciável conservador François Fillon sobre as alegações de que remunerou a esposa por um emprego falso, como revelou uma pesquisa nesta terça-feira.

Fillon nega qualquer irregularidade e classificou as alegações de "abjetas".

O levantamento da empresa Elabe para a BFM TV mostrou que 76 por cento não estão convencidos dos argumentos do ex-primeiro-ministro.

O semanário satírico Le Canard Enchainé noticiou que Pénélope Fillon recebeu cerca de 831.440 euros por muitos anos de atuação como assistente parlamentar de Fillon e depois de seu sucessor, mas que não encontrou indícios de que tenha realizado qualquer trabalho.

A pesquisa foi realiza online na segunda e terça-feiras com 974 pessoas.

(Por Mathieu Rosemain)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters