Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

ADDIS ABABA (Reuters) - O Fundo Global contra a Aids, Tuberculose e Malária disse nesta quinta-feira ter assegurado uma verba de 2,4 bilhões de dólares para combater essas doenças pelos próximos dois anos, apesar da crise financeira global.
Desde seu lançamento em 2002 pelo G8 (grupo dos sete países mais ricos do mundo, mais a Rússia), o fundo destinou um total de 18 bilhões de dólares para 144 nações, principalmente na África subsaariana.
As três doenças, juntas, matam milhões de pessoas todos os anos nos países mais pobres do mundo.
"Estamos vendo uma demanda enorme por financiamento", disse o diretor do fundo, Michel Kazatchkine.
A organização informou em julho que estava enfrentando um buraco no orçamento de cerca de 3 bilhões de dólares, uma vez que os países ricos cortaram as ajudas ao exterior em resposta à crise global.
A entidade levanta recursos a cada três anos e, em 2007, assegurou 2,75 bilhões de dólares.
De acordo com o Fundo Global, cerca de 2,3 milhões de pessoas já foram beneficiadas pela organização para o tratamento da Aids, enquanto outras 5,4 milhões receberam tratamento para tuberculose e outros 88 milhões de tratamentos foram distribuídos para prevenir a disseminação da malária.
(Reportagem de Barry Malone)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters