Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

HOUSTON/CORPUS CHRISTI, Estados Unidos (Reuters) - O maior furacão a atingir a costa do Texas, nos Estados Unidos, em mais de 50 anos se moveu neste sábado de forma mais lenta e perdeu força em direção ao interior, após causar grandes enchentes e causar ventos de até 210 quilômetros por hora.

O Furacão Harvey enfraqueceu para categoria 1 enquanto se movia pelo Texas neste sábado e provavelmente vai se tornar uma tempestade tropical, afirmou o Centro Nacional de Furacões dos EUA.

O fenômeno alcançou o Estado na sexta-feira como um furacão de categoria 4 na escala Saffir-Simpson. Esta é a segunda mais forte categoria de furacão na escala medida pela velocidade sustentada de ventos.

O Texas é o centro da indústria de petróleo e gás dos EUA, e a cidade de Rockport foi uma das mais atingidas. Antes da chegada do furacão, o prefeito disse que todos os que decidiram ficar na região deveriam escrever seus nomes em seus braços para facilitar a identificação em caso de morte ou ferimento.

Empresas de energia elétrica disseram que até 250 mil pessoas estão sem energia.

"Neste momento ainda estamos no abrigo e não podemos sair”, afirmou Steve Sims, chefe voluntário dos bombeiros de Rockport. “Ouvimos uns 1.000 rumores diferentes, mas não podemos confirmar nada, pois não pudemos sair para ver nada. Sabemos que temos muitos problemas, mas ainda não sabemos quais.”

A expectativa inicial era de que a tempestade poderia se dirigir à Louisiana e causar até 90 centímetros de chuvas. Até agora foram registrados aproximadamente 25 centímetros, de acordo com o Centro Nacional de Furacões.

O presidente norte-americano, Donald Trump, que enfrenta seu primeiro grande desastre natural desde que assumiu o posto, disse no Twitter que declarou situação de desastre, para que “toda a força de ajuda do governo seja liberada”.

“No escuro, sem Internet e com rádio sem funcionar. Tem alguém aí? Sozinha e tentando não ficar assustada”, disse Donna McClure no Twitter a partir da cidade de Corpus Christi, assim que a tempestade chegou ao continente.

Como furacão de categoria 4, o Harvey é a primeira tempestade de categoria 3 ou acima disso a atingir a costa dos EUA desde o furacão Wilma, que chegou à Flórida em 2005.

Por sua força e tamanho, ele carregava similaridades com o Katrina, que também em 2005 chegou a Nova Orleans com categoria 3, causando grandes enchentes e a morte de 1.800 pessoas, em um desastre agravado pela lenta resposta do governo George W. Bush.

(Por Liz Hampton e Brian Thevenot)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters