Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Homem passa por televisão que transmite reportagem sobre teste nuclear da Coreia do Norte, em Tóquio, no Japão 03/09/2017 REUTERS/Toru Hanai

(reuters_tickers)

ROMA (Reuters) - Os países membros do G7 condenaram nesta segunda-feira o mais recente teste de míssil da Coreia do Norte e se comprometeram a tomar mais ações para garantir que o recluso regime do país asiático abandone completamente seu programa nuclear.

A condenação foi feita em um comunicado emitido pela Itália, que detém a Presidência rotativa do G7, e foi assinado pelos líderes de Canadá, França, Alemanha, Japão, Reino Unido, Estados Unidos, a Comissão Europeia e o Conselho Europeu.

"A Coreia do Norte deve cumprir imediatamente e completamente com todas as resoluções relevantes do Conselho de Segurança da ONU e abandonar todos os programas nuclear e de míssil balístico de uma maneira completa, verificável e irreversível", disse o comunicado.

"Nós estamos prontos para fortalecer ainda mais as medidas focadas em atingir esses objetivos e exigimos que o Conselho de Segurança da ONU cumpra suas responsabilidades e trabalhe para adotar uma nova e efetiva resolução que inclua medidas mais fortes".

(Reportagem de Isla Binnie)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters