Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Marlon Mendez, de oito anos, admirador de Fidel Castro, exibe foto de encontro com o ex-líder cubano em San Antonio de los Baños, perto de Havana. 23/08/2014 REUTERS/Enrique De La Osa

(reuters_tickers)

SAN ANTONIO DE LOS BAÑOS, Cuba (Reuters) - Só falta a barba. Um menino cubano de oito anos de idade que gosta de se vestir como Fidel Castro conheceu seu ídolo quando o líder aposentado de 88 anos convidou o garoto e sua família a uma visita à sua casa em Havana para uma conversa.

“Senti muita emoção quando vi Fidel", disse Marlon Mendez à Reuters nesta segunda-feira em sua própria residência. “Toda a família o abraçou. Era meu sonho conhecer Fidel, e o realizei… minha mãe tremia”.

Marlon e seus familiares visitaram Fidel em 16 de agosto a convite do líder, reverenciado por alguns e detestado por outros por encabeçar a revolução cubana de 1959 e permanecer no poder durante 49 anos.

O menino gosta de vestir roupas militares verdes, botas do exército e um boné, como Fidel costumava fazer. Marlon envergou o modelo em seu encontro com o líder, mas sem a barba e o charuto característicos – o próprio Fidel parou de fumar em 1985.

Marlon apareceu na televisão cubana pela primeira vez em 12 de agosto, um dia antes de Fidel completar 88 anos. Seu quarto estava decorado com dezenas de fotos do ídolo, em contraste com a roupa de cama do personagem de desenhos animados Snoopy. Depois que Marlon apareceu na TV, e mais tarde em fotos da Reuters, vestido como Fidel, sua família recebeu o convite.

O menino exibiu fotos de seu encontro com Fidel e um bilhete manuscrito do revolucionário dedicado a “meu grande amigo Marlon Mendez”.

(Por Enrique de la Osa, Rodrigo Gutiérrez e Nelson Acosta)

Reuters