Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LONDRES (Reuters) - A Grã-Bretanha está analisando formas de impedir "o uso malicioso de veículos de aluguel", incluindo quais seriam ações adicionais que empresas de aluguel podem adotar, informou o Ministério dos Transportes neste domingo, após dois ataques na Espanha matarem 14 pessoas.

Os ataques --um em Barcelona, onde um agressor jogou uma van contra aglomerações, matando 13 pessoas, e outro em Cambrils, no qual cinco homens a bordo de um veículo dirigiram ao longo de uma passarela, matando uma mulher-- ecoaram as táticas usadas por alguns militantes islâmicos em Londres.

A polícia disse que, ao usarem veículos de aluguel, esses ataques tornam-se muito difíceis de prevenir.

"A ameaça do terrorismo está mudando e nossa resposta também deve mudar. É por isso que estamos revisando nossas estratégias e recursos de combate ao terrorismo e por isso que mobilizamos recursos adicionais no combate ao terrorismo", disse um porta-voz do governo.

"O Departamento de Transportes também está trabalhando com a polícia e com a indústria de aluguel de veículos para explorar o que mais pode ser feito para evitar o uso malicioso de carros alugados. Isso inclui olhar para o que mais essas empresas podem fazer antes que um indivíduo possa contratar um veículo."

(Reportagem de Elizabeth Piper)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters