Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LONDRES (Reuters) - O ataque cibernético em contas de email de parlamentares britânicos no mês passado provavelmente foi realizado por hackers amadores ou privados em vez de patrocinados por algum país, disseram fontes do governo europeu.

As contas privadas de até 90 dos 650 membros da Câmara dos Comuns do Reino Unido foram alvo no final de junho, com algumas notícias publicadas sugerindo que o ataque teria sido realizado por um governo estrangeiro, como a Rússia.

Entretanto, especialistas em segurança cibernética descobriram que os hackers só conseguiram acessar as contas dos parlamentares que usavam senhas simples e fáceis de serem descobertas, disseram as fontes familiarizadas com as investigações sobre o ataque. Ainda não está claro quem realizou o ataque, acrescentaram.

As autoridades britânicas não estão comentando publicamente sobre o andamento da investigação, mas um funcionário advertiu

depois que o ataque foi descoberto que "ameaças cibernéticas ao Reino Unido vêm de criminosos, terroristas, hackers ativistas e Estados-nação".

(Por Mark Hosenball)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters