Navigation

Helicópteros iraquianos disparam contra universidade em área sob controle rebelde

Este conteúdo foi publicado em 27. junho 2014 - 12:29

Por Raheem Salman

BAGDÁ (Reuters) - Helicópteros iraquianos dispararam contra um câmpus universitário em Tikrit, no norte do país, para forçar a saída de insurgentes que ocuparam a cidade durante a violenta ofensiva que lhes garantiu o controle da maior parte das regiões de maioria sunita, levando-os a se aproximar de Bagdá.

Tikrit, cidade-natal do ex-ditador Saddam Hussein, caiu há 15 dias em mãos dos rebeldes sunitas liderados pelos combatentes do grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), uma dissidência da al Qaeda.

Grupos de defesa dos direitos humanos dizem que fotografias e imagens de satétile indicam que o EIIL realizou massacres em massa em Tikrit após ocupar a cidade em 11 de junho, no início de sua ofensiva.

As forças iraquianas lançaram o ataque aéreo a Tikrit na quinta-feira, enviando comandos para um estádio em helicópteros, do quais pelo menos um caiu depois de ficar sob fogo dos insurgentes.

"Eu e minha família partimos esta manhã. Pudemos ouvir disparos. Os helicópteros estão atacando a área", disse Farhan Ibrahim Tamimi, professor universitário que fugiu de Tikrit rumo a uma cidade vizinha.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.