Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policiais e médicos se reúnem depois de ataque em festival de música, em Las Vegas 01/10/2017 REUTERS/Las Vegas Sun/Steve Marcus

(reuters_tickers)

Por Devika Krishna Kumar

LAS VEGAS, Nevada (Reuters) - Um homem armado abriu fogo contra o público de um festival de música country em Las Vegas na noite de domingo, matando ao menos 50 pessoas e deixando mais de 100 feridos, antes de ser morto pela polícia.

A polícia descreveu o suspeito como um morador de Las Vegas, que agiu sozinho e que não acredita-se estar ligado a nenhum grupo militante, disse o chefe de polícia do condado de Clark, Joseph Lombardo, a repórteres.

"Nós não temos nenhuma ideia de qual era o sistema de crenças dele", disse Lombardo. "Agora, nós acreditamos que ele era o único agressor e que a cena está estável".

Lombardo disse que são falsos os rumores sobre outros ataques a tiros ou com explosivos, como carros-bomba, na área. Vídeos feitos durante o ataque mostram multidões fugindo em pânico de tiros contínuos.

Os cassinos, boates e lojas de Las Vegas são grandes atrativos para os cerca de 3,5 milhões de turistas que visitam a região todos os anos, e a área estava lotada de visitantes quando o ataque começou, logo depois das 22h (horário local).

Mike McGarry, um consultor financeiro de 53 anos da Filadélfia, disse que estava no show quando escutou o barulho de centenas de tiros.

"Foi uma loucura. Eu me joguei sobre as crianças. Eles têm 20 anos. Eu tenho 53. Eu vivi uma vida boa", disse McGarry. A parte de trás de sua camisa ficou com marcas de pé, depois que pessoas passaram por cima dele na multidão em pânico.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters