Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Agentes de segurança inspecionam destroços de veículo após explosão em Quetta, no Paquistão 18/10/2017 REUTERS/Naseer Ahmed

(reuters_tickers)

Por Gul Yousafzai

QUETTA, Paquistão (Reuters) - Um homem-bomba do Taliban paquistanês lançou um carro sobre um caminhão da polícia em Quetta, cidade do sudoeste do país, nesta quarta-feira, e matou ao menos sete pessoas, informou a polícia.

O ataque matou cinco policiais e dois civis nos arredores da cidade de Quetta, disse o chefe de polícia Abdur Razzaq Cheema, segundo o qual 22 pessoas ficaram feridas, oito delas gravemente.

Sarfraz Bugti, ministro de Assuntos Internos da província do Baluquistão, da qual Quetta é a capital, disse à Reuters: "Foi uma explosão causada por um suicida".

Quetta fica cerca de 100 quilômetros ao leste da fronteira com o Afeganistão.

Bugti disse que o caminhão que transportava os policiais estava a caminho da cidade para deixá-los em seus postos quando o suicida atingiu seu veículo. Imagens de televisão mostraram os restos carbonizados dos dois veículos.

O Taliban do Paquistão, uma organização que congrega vários grupos militantes que atuam no país e tem uma ligação informal com o Taliban afegão, emitiu um comunicado assumindo a autoria.

Há tempos o Baluquistão é palco de uma insurgência de separatistas que combatem o Estado para exigir uma porção maior dos recursos da região rica em gás e minerais. Eles também acusam o governo central de discriminação.

(Reportagem adicional de Saud Mehsud, Jibran Ahmad e Asif Shahza)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters