Reuters internacional

MOSCOU (Reuters) - Um homem-bomba foi o responsável pela explosão no metrô de São Petersburgo na segunda-feira, que matou 10 pessoas e feriu mais de 20, disse um agente de segurança à Interfax, citando informações preliminares.

A fonte também disse à Interfax que as autoridades tinham identificado o suposto homem-bomba e que o suspeito tinha 23 anos de idade e era da Ásia central, tendo carregado o artefato explosivo na estação de metrô em uma mochila.

Um homem que foi flagrado por câmaras de vigilância e era anteriormente suspeito de ter participado da explosão se apresentou à polícia e disse não ter desempenhado papel algum no episódio, segundo a Interfax.

Ao mesmo tempo, agências de notícias russas relataram que o presidente Vladimir Putin se reuniu com os serviços de segurança para discutir o incidente e depositou flores na estação de metrô onde a explosão ocorreu.

(Reportagem de Alexander Winning)

Reuters

 Reuters internacional