Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Vista geral do Palácio de Justiça, em Damasco, em foto de arquivo de 2007. REUTERS/Omar Sanadiki

(reuters_tickers)

BEIRUTE (Reuters) - Um homem-bomba matou ao menos 25 pessoas em um tribunal de Damasco nesta quarta-feira, noticiou a mídia estatal da Síria, no segundo ataque a bomba na capital do país em cinco dias.

O atentado visou o Palácio da Justiça, no centro de Damasco, perto da Cidade Velha. A agência estatal de notícia Sana disse que, além do saldo de mortes inicial, várias pessoas ficaram feridas.

O agressor suicida detonou o artefato explosivo por volta das 13h20 (horário local), quando a polícia tentou revistá-lo e o impediu de entrar no edifício, disse o chefe de polícia de Damasco, segundo a televisão estatal.

A explosão atingiu o tribunal "em um momento no qual a área estava repleta" de advogados, juízes e civis, ferindo um número grande de pessoas, disse Ahmed al-Sayyid, autoridade de alto escalão do governo, à rede estatal Al-Ikhbariya TV.

Nenhum outro detalhe estava disponível de imediato.

No sábado, dezenas de pessoas, a maioria peregrinos xiitas, foram mortas em um ataque suicida duplo em Damasco reivindicado por uma aliança de grupos jihadistas conhecida como Tahrir al-Sham.

(Por Ellen Francis, em Beirute, e Kinda Makieh, in Damasco)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters