Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Reuters) - Um homem gritando "Allahu Akbar" (deus é grande) atacou com uma espada dois policiais do lado de fora do palácio de Buckingham na noite de sexta-feira, disse a polícia britânica.

Os dois policiais sofreram cortes leves e prenderam o homem, que agora está sob custódia de agentes anti-terrorismo, afirmou a polícia metropolitana de Londres.

O homem dirigiu um carro até ficar próximo de uma van da polícia em uma área próxima ao palácio da rainha Elizabeth em Londres, disse a polícia. Os policiais desarmados o interrogaram e prenderam, mas ele conseguiu alcançar a espada que estava no lado do passageiro do carro.

O comandante Dean Haydon, diretor da unidade de contra-terrorismo da polícia de Londres, afirmou que ainda é muito cedo para dizer o que o homem estava planejando fazer.

"Acreditamos que o homem estava agindo sozinho e não estamos procurando por outros suspeitos no momento", disse ele. "Estamos investigando isso como um incidente terrorista no momento."

A Europa está em alerta elevado depois de uma série de ataques de militantes, incluindo quatro este ano na Inglaterra que mataram 36 pessoas. O alerta do país continua severo, o que significa que um ataque é altamente provável.

Nenhum membro da família real britânica estava no palácio no momento do incidente.

O suspeito foi preso inicialmente por causar lesões corporais graves e ataque contra a polícia. Depois disso ele foi preso sob o Ato contra Terrorismo da Inglaterra.

(Por Elisabeth O'Leary)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters