Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeira-ministra britânica, Theresa May, fala no Parlamento na manhã seguinte ao ataque em Westminster, Londres, Inglaterra 23/03/2017

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - O homem que realizou um ataque em frente ao Parlamento britânico na quarta-feira nasceu no Reino Unido e era conhecido dos serviços de inteligência, afirmou nesta quinta-feira a primeira-ministra Theresa May.

"O que posso confirmar é que o homem é britânico e que há alguns anos ele foi investigado pelo MI5 em relação a preocupações sobre extremismo violento", disse May a parlamentares.

"Ele era uma figura secundária", acrescentou. "Ele não fazia parte do atual cenário da inteligência."

May afirmou que não havia investigação anterior sobre as intenções dele, nem sobre o ataque.

(Reportagem de Elizabeth Piper e William James)

Reuters