Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Sede do HSBC em Londres. 15/02/2015 REUTERS/Peter Nicholls/Files

(reuters_tickers)

DAVOS, Suíça (Reuters) - O HSBC vai transferir funcionários responsáveis ​​pela gestão de cerca de um quinto de sua receita com operações de mercado (trading) com sede no Reino Unido para Paris após a saída britânica da União Europeia, disse nesta quarta-feira o presidente-executivo, Stuart Gulliver.

"Não vamos mudar este ano e talvez nem no próximo ano", disse Gulliver em entrevista no âmbito da reunião anual do Fórum Econômico Mundial, em Davos.

"Vamos mudar em cerca de dois anos quando o Brexit se tornar efetivo", acrescentou Gulliver.

O HSBC, o maior banco da Europa, tem todas as licenças necessárias para tal movimento, disse Gulliver, e só precisaria criar uma chamada holding intermediária na França, algo que deve levar apenas alguns meses.

A divisão global de banco de investimento e mercados do HSBC, que abriga esses empregos, obteve lucros de 384 milhões de dólares no Reino Unido em 2015, de acordo com documento da empresa.

(Reportagem de Pamela Barbaglia)

Reuters