Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A depressão tropical Ida deixou nesta sexta-feira o território hondurenho e avançava pelo Mar do Caribe, onde poderá recuperar sua força depois de ter atingido a Nicarágua com fortes chuvas, obrigando o desalojamento de milhares de pessoas.
O fenômeno natural estava 110 quilômetros a noroeste do Cabo Gracias a Dios, na fronteira entre Honduras e Nicarágua, e se movimentava em direção ao norte a 13 quilômetros por hora, aumentando ligeiramente sua velocidade, disse o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos em seu relatório mais recente.
Com ventos sustentados de 55 quilômetros por hora, os meteorologistas esperam que o Ida avance em direção norte-noroeste no sábado, quando poderia se converter em tempestade tropical, e se aproxime na tarde de domingo da península de Yucatán, no México, passando perto da turística ilha de Cozumel.
O governo mexicano prevê que o Ida provoque chuvas no domingo e na segunda-feira, além de estimar que o fenômeno se converta em um furacão de categoria 1.
(Reportagem de Adriana Barrera)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters