Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Chanceler Luis Videgaray discursa durante encontro com corpo diplomático na Cidade do México 9/01/ 2017. REUTERS/Ginnette Riquelme

(reuters_tickers)

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Os imigrantes mexicanos nos Estados Unidos não são criminosos, disse o novo ministro das Relações Exteriores do México nesta segunda-feira, acrescentando que o país enfrentará a "dinâmica" situação política norte-americana com negociação, não com confronto ou insultos.

Luis Videgaray foi nomeado chanceler na semana passada, quatro meses depois de deixar o cargo de ministro da Fazenda, após uma polêmica visita do então candidato e agora presidente eleito dos EUA, Donald Trump, ao país.

"Por muitas décadas, milhões de mexicanos migraram para os Estados Unidos em busca de uma vida próspera e pacífica para as suas famílias, uma vida que nós, como país por várias razões, não podemos ou não soubemos dar, (mas) é verdade que esse fluxo migratório diminuiu acentuadamente" disse Videgaray.

"Mas eu quero deixar claro, e devemos ser claros em todo o nosso diálogo...os milhões de mexicanos que migraram em busca de trabalho não são criminosos, são pessoas produtivas, o que representa, na maioria dos casos, a melhor do México ", acrescentou.

(Reportagem de Frank Jack Daniel)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters