Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Avião tenta controlar incêndios na Califórnia 9/10/2017 REUTERS/Mike Blake

(reuters_tickers)

Por Marc Vartabedian

SANTA ROSA, Estados Unidos (Reuters) - Incêndios florestais soprados por fortes ventos passaram pela região de vinícolas da Califórnia nesta segunda-feira após matarem ao menos uma pessoa, forçando a retirada de cerca de 20 mil pessoas e destruindo centenas de casas e negócios.

O governador Jerry Brown declarou estado de emergência para os condados no norte da Califórnia produtores de vinho Napa, Sonoma e Yuba, conforme chamas se espalhavam sem controle e cercavam a região em espessa fumaça que flutuou para San Francisco e Oakland.

Dois hospitais foram forçados a retirar pessoas, disseram autoridades estaduais. Ao menos uma pessoa morreu no condado de Mendocino, informou o Departamento de Proteção de Florestas e Incêndios da Califórnia (CalFire), se negando a divulgar mais informações.

Não ficou imediatamente claro quando a pessoa morreu.

Milhares de bombeiros lutaram contra rajadas de vento que ultrapassavam 80 quilômetros por hora, com 14 incêndios florestais, diversos fora de controle, em oito condados do norte da Califórnia, queimando em mais de 23 mil hectares desde o final de domingo, disse o porta-voz do CalFire, Daniel Berlant.

Cerca 1.500 casas e prédios comerciais foram destruídos, disse o diretor do CalFire, Ken Pimlott, durante entrevista coletiva.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters