Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

SANTA ROSA (Reuters) - As autoridades esperam que os ventos mais fracos ajudem mais de 10.000 bombeiros a lutar contra as mais mortíferas chamas da história da Califórnia, que mataram pelo menos 40 pessoas e destruíram milhares de estruturas em um dos piores desastres naturais do Estado em anos.

Os incêndios em rápido movimento, espalhados por ventos,forçaram milhares de pessoas a evacuar suas casas no sábado, enquanto o número de mortos na semana aumentava para 40, com centenas de desaparecidos.

Mais de 10.000 bombeiros lutaram contra 16 grandes incêndios florestais em áreas ao norte de São Francisco que consumiram cerca de 865 quilômetros quadrados,uma área maior do que a cidade de Nova York.

As 40 mortes confirmadas, incluindo 22 no condado de Sonoma, tornam-no o incêndio mais mortal da Califórnia, superando as 29 mortes por fogo do Griffith Park, de 1933, em Los Angeles.

(Reportagem de Heather Somerville)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters