Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

TÓQUIO (Reuters) - Diversas pessoas ficaram feridas quando um pedreiro quebrou acidentalmente um recipiente contendo ácido clorídrico que estava carregando em um vagão do metrô de Tóquio, segundo afirmaram a mídia e os bombeiros nesta quarta-feira.
A televisão mostrou ambulâncias e equipes de resgate na estação de Nihonbashi, no centro da capital japonesa.
Os bombeiros disseram que três pessoas foram levadas ao hospital, enquanto a empresa diz que quatro pessoas ficaram feridas. Os bombeiros de Tóquio afirmaram ainda que um cheiro estranho foi sentido em outra estação pela qual o trem passou.
O funcionamento da linha de metrô foi interrompido por alguns momentos, mas foi reativado, segundo a porta-voz do metrô de Tóquio.
A polícia de Tóquio disse que o homem que derramou o líquido não foi preso e que não está claro se ele enfrentará alguma acusação.
"Ele não fez propositalmente", afirmou um porta-voz da polícia. O Japão é particularmente sensível a ameaças em seus trens depois de um incidente em 1995 no qual membros de uma seita religiosa lançaram gás sarin, altamente tóxico, no metrô de Tóquio, matando 12 e deixando milhares de feridos, alguns permanentemente.
(Reportagem de Yoko Kubota e Chisa Fujioka)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters