Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

AMÃ (Reuters) - Pelo menos uma pessoa morreu no domingo em um incidente com tiros na embaixada de Israel na capital da Jordânia, Amã, disse uma fonte de segurança jordaniana.

A fonte se recusou a dar detalhes e a polícia fechou a embaixada fortemente protegida em uma área rica da capital. Autoridades israelenses se recusaram a comentar.

O país está testemunhando um aumento da raiva pública contra Israel. Autoridades jordanianas pediram a Israel que remova os detectores de metais na área externa da mesquita de Al-Aqsa em Jerusalém, cuja instalação provocou os conflitos mais sangrentos com os palestinos em anos.

Milhares de jordanianos se manifestaram na sexta-feira contra Israel, pedindo uma jihad (luta sagrada) em protestos em Amã e em outras cidades, além de campos de refugiados, em todo o reino.

Muitos dos 7 milhões de cidadãos jordanianos são de origem palestina, eles ou seus pais foram expulsos ou fugiram para a Jordânia na luta que acompanhou a criação de Israel em 1948.

(Por Suleiman Al-Khalidi)

Reuters