Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - O Senado dos Estados Unidos confirmou nesta quarta-feira a indicação do presidente norte-americano, Donald Trump, para o Departamento do Interior, no momento em que a Casa Branca pretende aumentar a produção de combustíveis fósseis em terras federais.

Ryan Zinke, deputado do Estado de Montana, produtor de carvão, obteve a confirmação com 68 votos favor a 31 contrários, com vários democratas se juntando aos republicanos que comandam a Câmara dos Deputados.

O ex-comandante dos Fuzileiros Navais é um caçador e pescador ávido e é popular entre praticantes de atividades ao ar livre, entre eles um dos filhos de Trump, Donald Jr.

Muitos ambientalistas, porém, se preocupam com o fervor com que Zinke defende a exploração de carvão e outros combustíveis fósseis. Em seu único mandato no Congresso, Zinke trabalhou para fortalecer a mineração, o que incluiu o apoio a uma iniciativa para encerrar uma moratória ao arrendamento de áreas carvoeiras em terras federais. Quarenta por cento da produção dos EUA vêm destas terras, em sua maioria nos Estados de Wyoming e Montana.

Em sua audiência de confirmação em janeiro, Zinke disse que iria considerar expandir as atividades exploratórias de petróleo e mineração em terras federais, mas garantiu que as áreas sensíveis seriam protegidos.

Zinke dirigirá uma agência que emprega mais de 70.000 pessoas em todo o país e supervisiona mais de 20 por cento de terras federais, incluindo parques nacionais como Yellowstone e Yosemite.

(Por Timothy Gardner)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters