Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CABUL (Reuters) - Insurgentes atacaram uma aldeia na província afegã de Sar-e Pul, matando cerca de 50 pessoas, incluindo mulheres e crianças, disseram autoridades no domingo.

Zabihullah Amani, porta-voz do governador da província, disse que os agressores, que incluíam militantes estrangeiros, atacaram um posto de segurança do distrito de Sayaad durante a noite, incendiando 30 casas.

Ele disse que as lutas ainda estavam acontecendo, mas as 50 pessoas, incluindo crianças, mulheres e homens idosos, a maioria dos membros da comunidade Hazara, em grande parte xiita, podem ter sido mortas, de acordo com os anciãos da aldeia local.

(Por Abdul Matin Sahak e Hamid Shalizi)

Reuters