Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BUENOS AIRES (Reuters) - Inundações causadas por fortes chuvas no noroeste da Argentina deixaram mais de 9.000 pessoas desabrigadas e provocaram a morte de outras duas, disseram na quarta-feira autoridades policiais e da defesa civil.
Um forte temporal fez os rios Uruguai e Paraná transbordarem nas províncias de Chaco e Entre Ríos. Houve ainda cortes de energia em vários locais. Na empobrecida Chaco a população protestou bloqueando uma estrada.
A polícia confirmou que até o momento houve dois mortos na província pelas inundações.
Em Entre Ríos, onde os desalojados já somam 5.700, as águas do rio Uruguai estão baixando lentamente, mas as previsões de novas chuvas devem agravar a situação.
O Serviço Meteorológico Nacional alertou nesta quarta-feira para novas tempestades na região.
(Reportagem de Nicolás Misculin)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters