Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

FORT LAUDERDALE (Reuters) - Investigadores federais vão investigar neste sábado todos os ângulos para identificar os motivos que levaram um homem a abrir fogo em área de coleta de bagagem no Aeroporto Internacional Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, na sexta-feira, causando a morte de cinco pessoas.

Autoridades disseram que mantinham sob custódia o veterano condecorado na guerra do Iraque Esteban Santiago, detido após os disparos, e que questionaram-no longamente.

Ele deve enfrentar acusações federais, disse agente especial encarregado do FBI em Miami, George Piro.

Piro disse que os investigadores não descartam terrorismo como razão para o ataque e estão revendo os movimentos recentes de Santiago.

"Vamos estudar todos os ângulos para tentar determinar motivo por trás deste ataque", disse ele.

Além dos cinco mortos, oito pessoas ficaram feridas e dezenas foram levadas para hospitais com hematomas ou fraturas.

O Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale-Hollywood é o segundo maior em South Florida.

(Por Zachary Fagenson)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters