Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Michelle Moghtader

DUBAI, 9 Jul (Reuters) - O Irã disse nesta quarta-feira que ofereceu maneiras para lidar com preocupações externas sobre sua usina subterrânea de enriquecimento de urânio de Fordow, sinalizando flexibilidade em um sério obstáculo para um acordo nuclear com grandes potências, enquanto seu prazo de 20 julho se aproxima.

Não ficou imediatamente claro se as sugestões do país foram profundas o suficiente para preencher a lacuna sobre Fordow, um dos motivos que impede progresso de um acordo de longo prazo que poderia aumentar a estabilidade num Oriente Médio conflituoso.

A França, uma das potências, tinha afirmado na terça-feira que nenhum dos problemas mais marcantes nas conversas, incluindo Fordow, tinha sido resolvido e que os Estados Unidos queriam que ministros das Relações Exteriores entrassem nas conversas para ajudar a superar os impasses.

Os EUA, Rússia, França, Alemanha, China e Grã-Betanha querem limitar a capacidade do Irã de enriquecer urânio para garantir que o país não acumule combustível potencial para bombas atômicas. Em troca, o Irã se livraria das sanções que paralisam sua economia.

O Irã nega qualquer intenção de gerar material de bomba de urânio enriquecido ou buscar a habilidade técnica e os meios para montar uma arma nuclear, mas quer refinar a matéria-prima para fins energéticos civis.

(Por Michelle Moghtader)

Reuters