Reuters internacional

LONDRES (Reuters) - O Irã enviou quatro aviões cargueiros com alimentos para o Catar e planeja fornecer 100 toneladas de frutas e vegetais todos os dias, disseram autoridades iranianas, em meio à preocupação de escassez após os maiores fornecedores do Catar terem congelado as relações com o país dependente de importações.

O Catar tem negociado com Irã e Turquia para garantir o fornecimento de água e comida após Arábia Saudita, Emirados Árabos Unidos, Egito e Barein terem rompido relações, acusando Doha de apoiar o terrorismo. O Catar afirma que as alegações são baseadas em mentiras.

“Após as sanções … ao Catar, a Iran Air até agora transportou frutas e vegetais para este país em quatro voos”, disse o chefe de relações públicas da companhia aérea nacional do Irã, Shahrokh Noushabadi, segundo a agência de notícias Fars.

O chefe de indústrias, negócios e comércio na província de Fars também afirmou, segundo a agência de notícias Tasnim, neste domingo, que os primeiros aviões levando comida para o Catar haviam decolado da cidade de Shiraz.

“Exportaremos 100 toneladas de frutas e vegetais para o Catar todos os dias”, declarou Ali Hemmati.

O chefe da exportação de proteína animal do Irã disse no domingo que já havia exportado 66 toneladas de carne ao Catar nos últimos dois dias.

“Nós também enviaremos 90 toneladas de carne na próxima semana”, disse a Far, citando Mansour Pourian.

(Por Bozorgmehr Sharafedin e Tom Finn)

Reuters

 Reuters internacional