Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

DUBAI (Reuters) - O Irã condenou neste sábado o congelamento na emissão de vistos de entrada nos Estados Unidos para iranianos e cidadãos de outros seis países de maioria muçulmana, dizendo que trata-se de "uma afronta aberta contra o mundo muçulmano e à nação iraniana", e prometeu retaliações.

Um comunicado do Ministério de Relações Exteriores veiculado pela imprensa estatal disse que o Irã "irá tomar medidas adequadas nos âmbitos consular, legal e político" contra o bloqueio, que foi anunciado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, na sexta-feira.

(Por Parisa Hafezi)

Reuters