Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Amanda Ferguson

BELFAST (Reuters) - O ministro do governo britânico responsável pela Irlanda do Norte convocou nesta segunda-feira eleições antecipadas na região para 2 de março, após o colapso do governo compartilhado, o que pode levar a um período longo de paralisia política no momento em que o Reino Unido se prepara para negociar a saída da União Europeia.

A Irlanda do Norte é vista como a parte do Reino Unido mais sensível à saída do bloco europeu, uma vez que isso poderia afetar o comércio e o movimento livre de pessoas na fronteira com a Irlanda. Os esforços para formar uma novo governo devem começar provavelmente pouco antes de o Reino Unido iniciar as negociações para deixar a União Europeia.

"Ninguém deve subestimar o desafio enfrentado pelas instituições políticas aqui na Irlanda do Norte e o que está em jogo”, disse o ministro do Reino Unido para a Irlanda do Norte, James Brokenshire, à imprensa.

"Eu incentivaria enfaticamente os partidos políticos a conduzir essas eleições olhando para o futuro da Irlanda do Norte e a retomada do governo de parceira o mais cedo possível depois do pleito. Todos devem permanecer abertos ao diálogo.”

Reuters