Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

JERUSALÉM (Reuters) - Israel anunciou planos nesta terça-feira para construir mais 3.000 casas em assentamento na Cisjordânia ocupada, a terceira declaração do tipo em onze dias desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assumiu o cargo.

Trump indicou que poderia ser mais complacente com tais projetos do que seu antecessor, Barack Obama.

Um comunicado do Ministério de Defesa israelense, que administra as terras de Israel capturadas em uma guerra de 1967, informou que a decisão visa atender à demanda por habitação e "retorno à vida normal".

(Reportagem de Maayan Lubell)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters