Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

JERUSALÉM (Reuters) - O Exército de Israel disse neste sábado que os militantes baseados na Faixa de Gaza usaram ou perderam cerca de metade de seus foguetes nos 12 dias de confronto na região --embora os combatentes islamitas afirmem reabastecer seu arsenal.

Os militares israelenses disseram que os militantes palestinos  atiraram pelo menos 1.705 foguetes, aproximadamente 17 por cento de um estoque estimado em 10 mil.

“Acho que acertamos e destruímos de 30 a 40 por cento dos foguetes”, disse o porta-voz do comando militar israelense, brigadeiro-general Moti Almoz, ao falar sobre a ofensiva terrestre de Israel contra Gaza, que começou na quinta-feira.

Israel diz ter lançado ataques aéreos, bombardeios navais e ofensivas terrestres contra Gaza, controlada pelo grupo islamita Hamas, com o objetivo de interromper o disparo de foguetes contra o território de Israel.

Analistas dizem que as estimativas israelenses sobre o tamanho do arsenal restante do Hamas são um fator determinante nas deliberações sobre a duração da ofensiva.

Autoridades palestinas disseram neste sábado que o único efeito dos ataques de Israel até agora foi a morte de 330 pessoas, a maior parte formada por civis.

Em desvantagem de armamentos, os militantes palestinos não divulgam detalhes sobre seus arsenais ou ações, mas afirmaram que estão reabastecendo seus estoques ao longo do conflito e estão prontos para uma guerra prolongada.

Reuters