Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Ori Lewis
JERUSALÉM (Reuters) - Um ministro israelense disse na segunda-feira que seu país pode anexar mais partes da Cisjordânia se os palestinos declararem unilateralmente a criação do seu Estado sem concluir um acordo de paz.
"Se os palestinos assumiram tal linha unilateral, Israel deveria também considerar (...) uma lei para anexar alguns dos assentamentos", disse o ministro do Meio Ambiente, Gilad Erdan, à Rádio Israel.
Sem citar datas, autoridades palestinas disseram no domingo que pretendem recorrer ao Conselho de Segurança da ONU para buscar apoio à criação de um Estado na Cisjordânia e Faixa de Gaza.
Em discurso no domingo, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, alertou que "não há substituto para as negociações entre Israel e a Autoridade Palestina, e qualquer caminho unilateral só irá perturbar o quadro dos acordos entre nós, e só irá provocar medidas unilaterais por parte de Israel."
Os palestinos dizem que não pretendem declarar seu Estado unilateralmente, apenas manter em aberto a perspectiva de uma solução com dois Estados (palestino e israelense).
(Reportagem adicional de Tom Perry em Ramallah)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters