Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Nidal al-Mughrabi e Allyn Fisher-Ilan

GAZA/JERUSALÉM (Reuters) - Ataques aéreos israelenses mataram oito membros de uma família, incluindo cinco crianças, em uma incursão antes do amanhecer na Faixa de Gaza nesta quinta-feira, disseram autoridades palestinas, enquanto combatentes liderados pelo Hamas lançavam foguetes contra Tel Aviv e outras cidades israelenses.

Os militares israelenses não comentaram de imediato a informação sobre o ataque isolado mais letal desde o início da ofensiva na terça-feira. O Ministério da Saúde palestino afirmou que o bombardeio destruiu pelo menos duas casas em Khan Younis, no sul do território.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que fará um relato sobre a crise ao Conselho de Segurança nesta quinta-feira, condenou os ataques com foguetes e pediu contenção a Israel. "Gaza está numa situação extremamente precária", disse ele a repórteres.

Pelo menos 66 palestinos foram mortos no conflito, dos quais mais de 50 eram civis, segundo autoridades médicas de Gaza.

Israel diz que sua ofensiva tem como objetivo deter o disparo de foguetes da Faixa de Gaza contra cidades israelenses. Mais de 320 projéteis foram lançados por palestinos contra o país, mas não causaram nenhum dano grave, em parte por causa do sistema de defesa antimísseis israelense, chamado de Cúpula de Ferro.

Reuters