Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Nidal al-Mughrabi e Allyn Fisher-Ilan

GAZA/JERUSALÉM (Reuters) - Israel lançou mais de 30 ataques aéreos em Gaza neste sábado matando cinco palestinos, enquanto militantes lançaram foguetes em direção a Israel, no conflito que entrou no seu segundo mês, desafiando os esforços internacionais de negociar um cessar-fogo prolongado.

Autoridades médicas em Gaza disseram que dois palestinos foram mortos quando sua motocicleta foi bombardeada e os corpos de outros três foram encontrados sob os escombros de uma das três mesquitas bombardeadas.

Os ataques aéreos que duraram a noite toda também atingiram três casas e aviões de combate também bombardearam áreas abertas, disseram as autoridades médicas.

Militares israelenses disseram que desde a meia noite tinham atacado mais de 30 locais no enclave costeiro dominado por islamistas do Hamas, sem especificar os alvos.

Militantes de Gaza dispararam seis foguetes em direção ao sul de Israel no sábado, acionando as sirenes de alarme, sem causar danos ou ferimentos, disse uma porta-voz militar.

A violência também aumentou na Cisjordânia ocupada, território palestino, comandado pelo movimento Fatah, do presidente Mahmoud Abbas. Um palestino de 43 anos morreu com um tiro no peito durante um confronto com soldados israelenses na cidade de Hebron, disseram autoridades médicas.

Tropas israelenses atiraram e mataram outro palestino, de 20 anos, na sexta-feira, durante um protesto perto do assentamento judaico fora de Ramallah, disseram autoridades militares israelenses.

O Egito, ajudado por mediadores americanos e europeus, não conseguiu fazer progresso visível para retomar um cessar-fogo de 72 horas, mas pretendia retomar os esforços novamente no sábado.

O cessar-fogo terminou na sexta-feira com os dois lados ainda bem distantes de renovar um acordo, culpando um ao outro por se recusar a estendê-lo.

Israel acusou o Hamas de lançar vários foguetes cerca de quatro horas antes de o acordo expirar, às 8h da manhã (0500 GMT). Ao todo, os militantes de Gaza dispararam 57 foguetes em direção a Israel durante a sexta-feira.

Israel também lançou ataques aéreos na Faixa de Gaza na sexta-feira, matando cinco palestinos, entre eles um menino de 10 anos perto de uma mesquita na Cidade de Gaza. Um militante da Jihad islâmica e outros três palestinos foram mortos no sul da Faixa de Gaza.

A polícia disse que duas pessoas em Israel foram feridas por morteiros lançados de Gaza na sexta-feira.

Reuters