Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Funcionário coloca bandeira dos EUA ao lado de bandeira japonesa em Nova York. 17/11/2016 REUTERS/Andrew Kelly

(reuters_tickers)

TÓQUIO (Reuters) - O Japão está preparando um pacote que diz poder gerar 700 mil empregos nos Estados Unidos e ajudar a criar um mercado de 450 bilhões de dólares para apresentar ao presidente norte-americano, Donald Trump, na semana que vem, disseram fontes do governo japonês a par dos planos.

O pacote de cinco partes, que será revelado quando o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, visitar Trump em 10 de fevereiro em Washington, prevê investimentos em projetos de infraestrutura, como trens de alta velocidade, e cibersegurança, relataram as fontes, que não quiseram se identificar por não terem autorização para falar com a mídia.

O investimento em projetos de infraestrutura no exterior se harmoniza com um princípio essencial da estratégia de crescimento de Abe, que é exportar tecnologia de infraestrutura de "alta qualidade".

O Japão irá investir o equivalente a 150 bilhões de dólares em fundos públicos e privados ao longo de 10 anos, segundo as fontes. Isso incluirá uma ajuda no desenvolvimento de ferrovias de alta velocidade no nordeste dos EUA e nos Estados de Texas e Califórnia e a renovação de vagões de metrô e trens.

O pacote ainda inclui a cooperação no investimento em infraestrutura global, o desenvolvimento conjunto de robôs e inteligência artificial e a cooperação na cibersegurança e na exploração espacial, entre outros.

Tóquio pode utilizar suas reservas de moeda estrangeira para custear parte do pacote, disseram as fontes, e também obter financiamento de grandes bancos e instituições financeiras filiadas ao governo, além do Fundo de Investimento em Pensões do Governo, noticiou o jornal Asahi, entre outros.

Mas o presidente do Fundo, Norihiro Takahashi, disse na quinta-feira que não há verdade nas reportagens segundo as quais a entidade irá investir como parte do pacote governamental, acrescentando que o Fundo tomou suas decisões de investimento para beneficiar os donos de apólices.

(Reportagem da redação de Tóquio)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters